Educação e cultura
- Educação a Distância
-A moda e sua dialógica Relação com o Ritmo e com o Espaço.
- Desconstruções
- Geometria e Arte
- A legitimação da Linguagem Cinematográfica
- Fotografia
Memória em retrato a partir de Andy Warhol e Iberê Camargo
Geometria e Arte
Andy Warhol e Iberê Camargo
- A construção do conhecimento através do brincar
- MATEMÁTICA SEM SOFRIMENTO, NEM COMPLICAÇÕES.
Serviço 4
Serviço 5
- Ambientes Virtuais de aprendizado

O professor é peça fundamental no processo de consolidação do ensino em ambientes virtuais, mas os novos contextos de aprendizado e o novo cenário do conhecimento exigem uma competência didática que lhe permita desvendar os diferentes processos cognitivos dos alunos.

            Para que essa realidade não seja apenas teórica, são necessários suportes técnicos e humanos aos professores que possibilitem esse exercício e a interação com os alunos. Não é possível ser  peça fundamental do saber sem o diálogo com os alunos e a familiarização com as diferentes formas de aprender nos ambientes virtuais. É uma via de mão dupla, onde também é necessário que os alunos estejam dispostos a configurar esta cena e possibilitar ao professor explanar suas idéias e direcionar o conhecimento. 

            Segundo Lina Morgado, as Tecnologias de Informação e Comunicação “vêm colocar novas questões e exigir um reposicionamento de perspectivas, tanto no campo do ensino superior como no do ensino a distância, criando mesmo novas necessidades na educação e na formação dos indivíduos para o século XXI”. 

            A função do professor tutor em sua mediação deve ser a de dar novos significados a sua prática, independentemente do modelo pedagógico, seja ele síncrono ou assíncrono, presencial ou virtual. Diante da fala da autora: “Se o verdadeiro potencial do ensino online se fundamenta na interação que possibilita e na aprendizagem colaborativa, então, que tipo de mudanças se perspectivam ao professor em contexto virtual?”

            É perceptível que todos os posicionamentos considerados como características indispensáveis ao professor em ambientes virtuais são também necessários no ensino  presencial: promover a autonomia, o pensamento crítico, o poder de questionamento e a convivência em um  ambiente colaborativo.

            Esse novo processo didático faz com que o professor (re)pense a prática pedagógica, reinventando a todo momento novas possibilidades. Não basta nesse momento ser um bom professor, estamos em um outro patamar, onde necessitamos de professores multidisciplinares e multimidiáticos, sendo necessária a urgência de proporcionar aos educadores a familiarização e treinamentos compatíveis com os novos eixos comunicacionais diante de uma renovação curricular.

            O ensino on-line atravessa momentos de extremo cuidado no planejamento, na elaboração de conteúdos, na arquitetura da informação e na formação profissional, pois estamos vivenciando fórmulas novas de uma proposta que veio para ficar no campo educacional. Lina Morgado aponta os aspectos mais críticos, tomando como referência os estudos feitos em Palloff & Pratt, Fullmer-Umari e Salmon. Esses aspectos partem da dimensão do grupo e sua relação com os objetivos principais e específicos do curso, o que gera dificuldade no gerenciamento do professor, no aproveitamento no tempo pedagógico determinado e na absorção dos conteúdos, em um ambiente na maioria das vezes assíncrono.

            Concluindo, o ensino online necessita da participação dos alunos na busca de pesquisas mais profundas, com orientação de professores bem preparados.

 

 

 

Referência bibliográfica 

MORGADO, Lina. O papel do professor em contextos de ensino on-line: problemas e virtualidades. Curso de Especialização em Educação a Distância, Rede EaD SENAC, MG, 2011. 



Frisa
Espaço Psicopedagógico
Cursos a Distância - Frisa EaD
Coluna Sérgio Lima
Galeria Imagens
Entre em contato
Nossos sites
Festival da Primavera - Idoso Protagonista